Sozzeal

Torrent: O que é, Como funciona e Para que serve

Grande parte da sociedade usa o Torrent. Mas, as pessoas não sabem o que é, como funciona ou como usá-lo legalmente. Por isso, criamos um artigo, que explica um pouco sobre esse serviço. Acompanhe nos próximos tópicos.

O que é Torrent

Criado em 2001 pela empresa BitTorrent, o serviço é um protocolo de conexão, o qual acelerou e simplificou a tarefa de baixar arquivos grandes por meio da internet. Desse modo, ele trabalha elaborando uma rede P2P entre todos usuários, com o propósito de distribuir arquivos entre todos os clientes.

Pois bem, o serviço funciona da seguinte maneira: em um modelo de rede, um computador ou um servidor fica responsável por armazenar e compartilhar os dados em uma rede. Dessa forma, os usuários, utilizam para buscar informações.

Ainda, a computação em nuvem é o modelo cliente-servidor aplicado à internet, ou seja, o fornecedor de armazenamento opera como o depósito de dados.

Já no modelo P2P (ponto-a-ponto), não existe um servidor próprio, pois todos os usuários são também servidores. Por isso, cada um possui os dados dos conteúdos compartilhados, além de manter arquivos para outras redes.

Como o Torrent funciona

No serviço prestado pela empresa BitTorrent, os usuários disponibilizam os arquivos completos na rede, ou seja, são servidores originais (seed, que é termo padrão).

Já os que começam a baixar os dados, são os primeiros clientes (peers). Desse modo, com o passar do tempo, os peers também começam a mandar fragmentos dos arquivos de volta para a rede.

Assim, quando o download finaliza, o peer se torna um seed, mas, só realizará o processo de enviar os dados de volta e não baixando mais nada. Dessa maneira, o intuito do BitTorrent é que, quanto mais seeds um arquivo tenha, mais os usuários estão o disponibilizando.

Isto é, o download é mais rápido e eficiente.

Agora, se você quer usar o Torrent vai precisar de:

  1. Primeiramente, um software BitTorrent no computador, celular Android ou navegador;
  2. Arquivo torrent, que contenha dados do conteúdo desejado;
  3. Link Magnet, uma sequência alfanumérica (sistema capaz de codificar letras e números).

Pois bem, para baixar o conteúdo via torrent, o usuário poderá usar o arquivo torrent ou o link Magnet, mas, apenas para o mesmo conjunto de dados. A diferença entre os dois é que, com o link Magnet, não precisará baixar nenhum arquivo adicional, apenas clicando nele, porém, dará certo se seu cliente BitTorrent estiver configurado para aceitar.

Legal, não é?

Para que serve

O Torrent serve para obter arquivos pesados em partes, criando uma rede de computadores conectados que otimiza o seu tempo. Além disso, é por meio de um sistema de trocas, o qual funciona assim: depois que é feito o download, rapidamente é feito, também, o upload.

Dessa maneira, a velocidade de transferência se torna maior que em um download de servidor, consumindo, assim, menos largura de banda, já que o serviço permite baixar partes independentes de um mesmo arquivo a partir de várias fontes.

Por isso, filmes e séries, geralmente de origem pirata, são baixados tão rapidamente em um aparelho conectado à internet. Mas, o Torrent não serve apenas para baixar conteúdos de forma ilegal, visto que qualquer usuário pode desenvolver um arquivo torrent e compartilhá-lo abertamente com todos, como, imagens, manuscritos etc.

O Torrent é legal

Esse serviço é sim legal, nos dois sentidos, sendo que o Torrent foi criado para ajudar a comunicação de dados entre redes internas e externas. Dessa forma, existem diversos meios de usar o programa de forma legal por lei, por exemplo, fornecer distribuições Linux, arquivos governamentais, dados de acervos da internet, compartilhar artigos acadêmicos etc.

Nesse sentido, o BitTorrent é acessível e fácil de ser usado. Contudo, sua maior qualidade é, também, o maior problema. Isso porque esse é o principal motivo de várias pessoas o utilizarem para piratear conteúdos.

Contudo, vale lembrar que, no Brasil, existe leis para banir a pirataria, como o artigo 184 do Código Penal, que determina que a violação de direitos autorais é crime, podendo resultar em penas de três meses a um ano de prisão, ou multa, para os usuários que fazem download ou compartilham conteúdos protegidos de forma gratuita.

Então, pense bem antes de baixar o torrent de um conteúdo que é novidade no momento, ok?

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Sair da versão mobile