Sozzeal

Redes Sociais: O Que São e Para Que Servem [Guia]

A influência do ambiente online em nosso dia a dia é gigante. Atualmente, cerca de 3,8 bilhões de pessoas em todo o mundo estão conectadas ao mundo virtual. Mas, o que essas pessoas tanto fazem? Pois bem, elas ficam ativas nas redes sociais. Você aí, quer saber um pouco mais sobre? Então, continue a leitura.

O que são redes sociais

As redes sociais são sites e aplicativos que funcionam de diversas formas, por exemplo, profissionalmente, para relacionamentos e muito mais. Nesse sentido, elas sempre permitem o compartilhamento de informações entre várias pessoas.

Quando discutimos sobre redes sociais hoje em dia, vem em mente os principais sites, como Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram. Mas, esse termo já é bem antigo. Na sociologia, o significado de rede social é usado para analisar as interações entre os indivíduos, organizações e, até mesmo, sociedades inteiras desde o fim do século XIX.

Então, agora, as redes sociais desenvolveram uma nova forma de relacionamento entre empresas e clientes. Dessa forma, elas abriram novas oportunidades para a interação e, também, para anúncios de produtos ou serviços.

Para que serve as redes sociais

Hoje, existem diversos modelos de redes sociais. Dessa forma, cada uma tem um intuito único e público-alvo distintos. Assim, a grande diferença entre elas são o seu objetivo. Por isso, veja alguns deles:

Novos relacionamentos

Um dos principais objetivos é para estabelecer contatos pessoais, podendo ser relações de amizade e namoro. Afinal, como o próprio nome já diz, essas plataformas servem para criar e manter redes, ou seja, relações.

Networking

Já ouviu falar de Networking? Pois então, criar relações comerciais. Portanto, essas mídias podem ajudar a realizar networking. Isto é, a compartilhar e buscar conhecimentos profissionais, além de procurar emprego ou preencher vagas.

Dicas e conhecimentos

Outro objetivo dessas plataformas é a possibilidade de compartilhar e buscar informações sobre temas variados. Isso porque essas redes são uma ótima forma de aumentar visibilidade e, ainda, ajudar o próximo.

Publicidade

Também é possível fazer publicidade através das redes sociais. Ou seja, devido à maior visibilidade, essas plataformas são ótimas para divulgar produtos e serviços para compra e venda.

Lazer

Por fim e não menos importante: lazer. Isso mesmo, as redes sociais podem ser usadas para diversão e entretenimento. Por exemplo, jogar, acompanhar conteúdos que goste, entre outros.

Mídia social x Rede social: qual a diferença

Pois então, a mídia social é o uso de tecnologias para originar interatividade no diálogo entre pessoas. Já a rede social é uma estrutura constituída por grupos que compartilham interesses iguais.

Interessante, não é?

Assim, a finalidade das redes sociais é o de conectar grupos. Desse modo, cada pessoa preenche seu perfil em canais midiáticos e interage com as pessoas, tendo por base os detalhes que foram expostos por você.

Agora, mídia social, no que lhe diz respeito, é um assunto bem mais amplo. Sendo assim, essa engloba diferentes mídias, por exemplo, vídeos, blogs e muito mais. Dessa maneira, hoje, ela se tornou disponível na internet, deixando de ser estática. Com isso, passou a oferecer interação entre as pessoas.

Para entender melhor, pense que as mídias sociais ajudam as pessoas a se unirem por meio da tecnologia, enquanto as redes sociais desenvolvem essa conexão. Isso se dá porque a maioria das pessoas só se associam com redes sociais porque têm gostos em comuns.

Tipos de redes sociais

Para muitos, as redes sociais são todas iguais. Contudo, elas são divididas em vários tipos conforme o objetivo do usuário ao criar um perfil. Desse modo, uma mesma rede social constitui mais de um tipo.

Ficou curioso? Então veja os tipos de rede social:

Rede social de relacionamento

Existem redes mais focadas em construir relacionamentos. Por exemplo, o Facebook, cujo propósito, pelo menos em sua concepção, era o de conectar pessoas. Porém, existem várias outras redes, como Instagram, LinkedIn, Twitter e Google+.

Rede social de entretenimento

Pois bem, as redes sociais de entretenimento não têm apenas o principal intuito de relacionar com as pessoas, mas, sim de consumir conteúdo. Dessa maneira, um exemplo muito famoso hoje é o YouTube, uma das maiores ferramentas de distribuição de vídeos do mundo.

Rede social profissional

As redes sociais profissionais têm o objetivo de desenvolver relacionamentos profissionais com outros usuários, como divulgar projetos e conquistas profissionais, expor seu currículo, habilidades e muito mais. Desse modo, o LinkedIn é a rede social profissional mais conhecida e usada para esses fins.

Rede social de nicho

Redes sociais de nicho são aquelas voltadas para grupos específicos. Dessa forma, podem ser de um categoria profissional ou pessoas que têm interesses em comum. Um exemplo, é a TripAdvisor, pois os usuários atribuem notas e atrações relacionadas ao ramo gastronômico e turístico nela.

Vantagens e desvantagens

Existem várias vantagens e desvantagens em utilizar as redes sociais, já que elas tiveram um desenvolvimento muito grande ao longo dos anos. Por isso, listamos a seguir as principais vantagens e desvantagens das redes sociais, veja:

Vantagens

Primeiramente, as redes sociais aproximam as pessoas que vivem em locais diferentes, pois é uma maneira fácil de manter as relações e o contato. Depois, elas possibilitam a interação em tempo real e facilitam a relação com quem está mais perto. Desse modo, mantém uma relação de proximidade sem se encontrar fisicamente.

Também oferecem uma forma rápida e eficaz de comunicar conteúdos para um grande número de pessoas ao mesmo tempo. Um exemplo mais recente disso, são as aulas onlines, devido à pandemia. Além do mais, elas permitem avisar sobre um acontecimento, a preparação de uma manifestação ou mobilização geral para um protesto.

Desvantagens

A falta de privacidade é uma das maiores desvantagens das redes sociais. Ainda, exigem cuidado na divulgação de certas informações da vida de cada usuário. Isso porque, por exemplo, crianças e adolescentes divulgam informações sobre suas localizações.

Além disso, podem causar vício, pois, em alguns casos, as pessoas podem ficar obsessivas. Assim, podem criar perfis fakes, para monitorar a vida das pessoas ou, até mesmo, fazer comentários ofensivos nas publicações de outros usuários.
Por fim, as redes sociais também facilitam o compartilhamento de notícias falsas, mais conhecidas como “Fake News”.

As redes sociais mais usadas no Brasil

Conforme uma pesquisa realizada pelo WeAre Social, no Brasil, 58% da população acessa as redes sociais ao menos uma vez por mês. Além disso, o país foi apontado como o segundo em que as pessoas mais passam tempo nas redes sociais, com uma média diária de uso por usuário de 3 horas e 43 minutos.

Muito tempo, não é?

Agora, veja quais são as redes sociais mais usadas no Brasil:

Facebook – Ano de fundação: 2004

O Facebook é a rede social mais versátil e completa. Desse modo, com ela, podemos gerar negócios, conhecer pessoas, relacionar com amigos e muito mais. Ainda, se você tem uma empresa, deve usar o Facebook como estratégia de marketing digital, para atrair tráfego e, principalmente, gerar negócios com o Face Ads.

Instagram – Ano de fundação: 2010

O Instagram é uma das redes sociais mais exclusivas para acesso mobile, ou seja, pelo celular. Além disso, é uma plataforma de compartilhamento de fotos e vídeos entre os usuários, podendo também aplicar filtros.

Dessa maneira, a rede social se desenvolveu bastante desde as novas atualizações. Assim, hoje é possível postar fotos em diferentes proporções, vídeos, stories, boomerangs e muito mais.

LinkedIn – Ano de fundação: 2002

O LinkedIn é uma das maiores redes sociais corporativas do mundo. Desse modo, ele é usado para contatos profissionais. Assim, muitas empresas utilizam para recrutamento de profissionais especializados ou para a troca de experiências e outras atividades empresariais.

Twitter – Ano de fundação: 2006

O Twitter ficou popular em meados de 2009 e, desde então, está em declínio. Atualmente, ele é usado como uma segunda tela. Dessa forma, os usuários comentam e debatem o que estão assistindo em outras redes.

WhatsApp – Ano de fundação: 2006

O WhatsApp é a rede social de mensagens instantâneas. Hoje, a maioria da população tem  o aplicativo em seu celular. Ainda, em 2017, o app desenvolveu mais uma funcionalidade, que foi batizada de “WhatsApp Status”.

Facebook Messenger – Ano de fundação: 2011

O Facebook Messenger é mais uma ferramenta de mensagens instantâneas do Facebook. Desse maneira, foi acrescentada à rede social  em 2011 e separada da plataforma em 2016.

Assim, com essa mudança, o download do aplicativo Messenger tornou-se praticamente obrigatório para os usuários da rede social. Além disso, o app tem uma função “Stories” exclusiva. Para empresas, possui alguns recursos interessantes, como bots e respostas inteligentes.

Em 2021, o Facebook anunciou, ainda, a integração do Messenger e do Instagram direct.

YouTube – Ano de fundação: 2005

O YouTube é a principal rede social de vídeos online, com mais de 1 bilhão de usuários ativos e mais de 500 milhões de vídeos visualizados diariamente. Nesse sentido, a plataforma funciona da seguinte maneira: o usuário cria um canal e, por meio dele, publica vários vídeos.

A ferramenta ficou tão famosa que formou uma nova profissão: youtuber.

Snapchat – Ano de fundação: 2011

O Snapchat é um aplicativo de compartilhamento de fotos, vídeos e texto para aplicativos móveis. Desse forma, os usuários compartilham “snaps”, que desaparecem em algumas horas após a publicação. Além disso, só podem ser visualizados pelo tempo que o criador determinou.

Google+ –  Ano de fundação: 2011

O Google+ é uma rede social que não obteve muito sucesso como planejado. Por isso, nos últimos anos, tem tentado se reelaborar para conquistar mais usuários, fazendo uma série de atualizações. Apesar disso, essa rede social foi criada para facilitar o acesso a assuntos que interessam os usuários.

Pinterest – Ano de fundação: 2010

Por fim, o Pinterest é uma rede social de fotos. Ou seja, lá você cria pastas para guardar suas inspirações e, também, pode fazer upload de imagens colocando links para URLs externas.

Desse modo, um dos temas mais populares são: moda, maquiagem, casamento, gastronomia, arquitetura, faça você mesmo, gadgets, viagem, design, etc.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Sair da versão mobile