Sozzeal

Público-Alvo: O que é, Como Definir e Exemplos reais

Saber quem é seu público-alvo é essencial para ter sucesso em seu negócio. Pois, se você não sabe para quem são suas estratégias, como vai se comunicar de forma correta com eles? Quer saber um pouco mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura.

Público Alvo: O que é?

Público-alvo é uma parcela de pessoas que possuem as características específicas para consumir o seu produto. Isto é, é para quem você deve direcionar o seu marketing, pois, dessa forma, terá mais chance de vendê-lo.

Dando um exemplo rápido: se você vende vestidos, o seu público-alvo seria feminino, de maneira geral. Assim, é nesse grupo que seria mais fácil encontrar alguém que compre vestidos.

Além disso, é importante lembrar que, quanto mais definido e mais segmentado for, melhor será para a sua empresa.

Pense por esse lado: se você especificar o seu público-alvo, saberá exatamente com quem está falando. Portanto, será possível criar estratégias de marketing muito mais completas que atingirão o seu consumidor, melhorando o relacionamento empresa-comprador.

Público-alvo e persona: qual a diferença

Ambos os termos tem conceitos parecidos, porém, existem algumas diferenças entre eles. Desse modo, o público-alvo é uma representação geral dos clientes em potencial. Já a persona é um perfil semifictício do cliente ideal de uma empresa.

Assim, ela não contém simplesmente aspectos, como classe social, idade etc, mas também, comportamentos, metas e muito mais.

Vale lembrar que o público-alvo deverá ser pontuado no início do desenvolvimento da empresa, pois ele é uma ação primária importante para o marketing. E, quando terminar essa fase, você poderá separar seu público e desenvolver várias personas.

Vantagens de definir público-alvo

Atualmente, existem muitas vantagens em definir seu público-alvo para alcançar sucesso. Quer saber quais são elas? Então, continue a leitura.

Acolher as necessidades do possível cliente

Ao conseguir referências sobre os possíveis clientes, você reconhecerá com antecedência as suas necessidades. Desse modo, é possível declarar soluções de maneira bem rápida.

Aperfeiçoar a comunicação

Sem dúvida, você aí, não apresentaria um serviço para um jovem de 20 anos da mesma forma que para uma senhora de 70. Dessa maneira, se o seu público-alvo for pessoas, por exemplo, entre 40 a 70 anos, seria legal divulgar o serviço no rádio ou TV, para alcançar essa audiência em específico.

Por isso, é importante aperfeiçoar a comunicação para atingir as pessoas certas.

Melhorar o atendimento ao consumidor

É importante personalizar o seu atendimento para que seu cliente se sinta mais especial e, assim, cativá-lo. Dessa forma, você fidelizará a clientela.

Sofisticar o seu produto ou serviço

Ao conhecer todos os quesitos dos seus possíveis clientes, é possível fazer alterações em seu produto, para, dessa forma, melhorar e atender as escolhas deles. E, então, aprimorar a experiência do cliente para com sua empresa.

Legal, não é?

Como definir público-alvo

Para defini-lo, você precisa segmentar ao máximo, por isso, trace um plano com as seguintes informações:

  1. Faixa etária
  2. Sexo
  3. Classe social
  4. Localização
  5. Hábitos de consumo

É importante tirar um tempo para definir seu público-alvo; afinal, precisará de muita pesquisa para que seja o ideal para a sua empresa.

Além do mais, vale ressaltar que também que a empresa deve se colocar no lugar do cliente. Isto é, a empresa deve refletir sobre a confiança e credibilidade que passa, sobre o conteúdo produzido e o produto ofertado, pensar em qual seria o benefício de se tornar consumidor daquela loja.

Essa análise própria faz a empresa melhorar ainda mais, porque sai da visão de vendedor para a visão de quem, de fato, consumirá o produto.

Confira 5 dicas para segmentar seu público-alvo:

5 dicas para definir público-alvo

1. Saiba qual é seu mercado

Um dos primeiros passos para identificar seu público-alvo é entender o mercado que corresponde ao seu nicho. Além disso, a pesquisa de mercado envolve outras questões, como: fatores sociais, ambientais, culturais, entre outros. Desse modo, isso poderá influenciar o desempenho da sua empresa.

2. Descubra qual é o problema que a sua empresa soluciona

Hoje em dia, todas as empresas tem um alvo, seja de solucionar problemas ou oferecer conforto para seus clientes por meio de seus serviços. Por isso, pergunte-se sempre:

Dessa forma, ao responder essas perguntas, você saberá segmentar seu público.

3. Faça muitas pesquisas

É nessa parte que você vai desenvolver pesquisas para coletar dados, com a finalidade de obter características precisas do seu público-alvo. Dessa maneira, utilize aqueles questionários onlines, por exemplo, questões de múltipla escolha e, assim, conseguirá resultados eficientes.

4. Defina seu público-alvo

Depois de fazer toda a pesquisa, agora é o momento de definir seu público-alvo. Desse modo, você deve pontuar algumas questões, por exemplo:

Demográfico

Os dados demográficos são relacionados ao gênero, idade, renda e nível de escolaridade. Então, o primeiro passo é definir isso.

Geográfico

Já o geográfico, como o próprio nome já diz, é a localização de seus futuros clientes. Ou seja, se seu comércio foi físico, não compensa direcionar seu conteúdo para pessoas que estão em uma região afastada do seu negócio.

Consumidor final ou empresas

Essa etapa é para definir se o seu serviço é destinado ao consumidor final ou então para empresas, como no B2B (Business to Business).

Geração

Defina o seu consumidor como:

Características psicológicas

As características psicológicas também são muito importantes para a definição do seu público-alvo. Então, observe se existe algum comportamento específico em seus clientes.

Ciclo de vida

Por fim, o ciclo de vida. Essa é a última etapa, sendo que você deve analisar em qual estágio de vida seu público está.

5. Utilize ferramentas digitais

Uma ótima dica de plataforma para te ajudar nesse processo é o Google Analytics, já que oferece muitos dados importantes. Além dele, também pode usar o Google Trends, por meio dele, você vai saber o que é mais pesquisado no dia a dia e, ainda, os dados demográficos sobre quem pesquisa esses assuntos.

Público-Alvo Exemplo

Para entender um pouquinho mais sobre o que é público-alvo, vamos dar alguns exemplos.

Exemplo 1:

Se a sua empresa fosse sobre rede de internet, o ideal seria homens, jovens (18 – 40 anos), com médio/alto poder de aquisição, classe social média ou alta, ensino básico completo com interesse em tecnologia.

Exemplo 2:

Se a sua empresa fosse sobre tênis esportivos de marca, o ideal seria homens e mulheres, de 20 a 40 anos, com médio/alto poder de aquisição, classe social média ou alta, ensino básico completo com interesse em esportes.

Exemplo 3:

Se você possui uma loja de lingerie, o ideal é segmentar o público feminino a partir de 20 anos para pessoas que são casadas ou namoram, assim, a taxa de conversão seria mais alta.

Lembrando que também é necessário avaliar a localização da sua loja, complementando de acordo com a sua cidade e o seu estado.

Público-Alvo no Instagram

O marketing digital no Instagram ganha cada vez mais força. Em contrapartida, torna-se cada vez mais difícil ganhar visibilidade. Em outras palavras, em uma rede social tão famosa e importante como o Instagram, mais que ter um perfil atrativo, é importante saber direcionar o seu conteúdo.

Além disso, ao impulsionar uma publicação, o Instagram pede que você direcione o seu post para o seu público-alvo, te dando a opção de escolher a idade, sexo etc.

Por isso, vamos ensinar o que é e como definir o público-alvo da sua conta do Instagram. Veja algumas dicas que farão você encontrar e definir o seu público-alvo nessa rede social:

1. Monte uma persona para a sua empresa

Quando o cliente se identifica com a empresa, as chances dessa pessoa consumir aquele produto são muito maiores. Por esse motivo, crie uma persona baseada no seu público-alvo.

2. Estude seu público-alvo

Para montar essa persona, é necessário saber com o que se parece o público-alvo da sua empresa. Por isso, estude seus seguidores e compradores, veja as hashtags usadas, os posts, os stories e as páginas que seguem, por exemplo.

3. Analise as informações da sua conta

O próprio Instagram disponibiliza informações necessárias para medir e aumentar o engajamento do seu perfil. Um exemplo disso, é a porcentagem calculada em cima dos seus seguidores sobre a localização e a idade predominante no seu perfil.

4. Estude os seus concorrentes

Não custa nada dar uma espiadinha de vez em quando, não é? Estude os seus concorrentes e veja o que estão postando. Mas cuidado, plagiar é diferente de se inspirar, viu?

Simples, não é?

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Sair da versão mobile