Publicado em Deixe um comentário

Pix: O que é e Como funciona

Pix o que é como funciona

Apresentado pelo Banco Central, o Pix é um novo sistema de pagamentos bancários, realizado de forma gratuita entre as pessoas e as empresas. Desse modo, o Pix, no decorrer dos meses, poderá substituir os tradicionais TED, DOC e boletos bancários. Além disso, funciona em qualquer dia e horário da semana.

Ainda não sabe sobre essa novidade? Continue a leitura! Nós iremos te contar mais um pouquinho dessa plataforma que é bem útil para todos.

O que é pix

Pix é um programa de transferências de dinheiro e pagamentos imediatos que funciona 24 horas por dia, até mesmo em finais de semana e feriados. Embora essa não seja mais uma mera modalidade de serviço, o Pix tem propostas que poderá, futuramente, mudar a dinâmica do mercado financeiro do Brasil.

Dessa maneira, essa mudança é essencial, visto que o sistema bancário brasileiro faz parte dos mais avançados do mundo e, mesmo assim, estamos limitados a métodos de transferências que já são muito antigos.

Outro ponto positivo do Pix é que ele é 100% seguro, ou seja, o sigilo bancário protege as informações, como as transferências via TED e DOC e pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Além do mais, as transações também são criptografadas.

Ainda, o Pix não tem limite mínimo para pagamentos ou transferências, segundo o Banco Central. Já o limite máximo pode ser estabelecido pelas instituições segundo critérios de diminuição de fraudes e prevenção à lavagem de dinheiro e variam de acordo com o perfil de cada cliente.

Também, o novo sistema não cobra taxa. Assim, esse serviço sai de graça para pessoas físicas, que podem fazer transferências e pagamentos por essa modalidade sem pagar nada. Esse é um dos grandes diferenciais, já que o TED e o DOC que têm custos.

Além disso, o benefício maior desse serviço é que pagamentos e transferências realizados via PIX terão compensação quase imediata, já que a transação deve demorar no máximo 10 segundos para ser concretizada.

Vantagens

Se chegou até aqui, é porque se interessou por esse serviço. Por isso, conheça as vantagens do novo sistema de pagamentos bancários:

  1. Totalmente gratuito para as transações online entre bancos diferentes e entre pessoas físicas;
  2. Gera um custo menor para as empresas, e microempreendedores e também aos prestadores de serviço;
  3. Opera 24 horas por dia nos 7 dias da semana;
  4. Capacidade de realizar a troca de instituições para utilização do sistema.

Pix: como funciona

Para utilizar o novo sistema de pagamentos para transações digitais, é necessário cadastrar uma chave, que será um método de identificação de cada usuário no sistema. Dessa forma, não é necessário informar agência e conta bancária para receber uma transferência, é só informar a sua chave para as pessoas.

Agora, veja o passo a passo de como realizar o cadastro:

  1. Entre no app de sua preferência, por exemplo: banco do Brasil, Caixa, Itaú etc;
  2. Na tela principal ou no menu de ações, clique em “PIX”;
  3. Se você já realizou o cadastro, clique na opção para “registrar uma chave”;
  4. Logo depois, escolha entre: CPF, número de celular, endereço de e-mail ou uma sequência de números de sua preferência;
  5. Confirme a opção desejada para cadastrar sua chave;

Feito isso, o aplicativo enviará para registro e informará quando o processo estiver finalizado. Simples, não é?

Agora, veja como fazer uma transferência para outra conta:

  1. Toque na opção do Pix, na tela inicial;
  2. Selecione “Pagar com Pix”;
  3. Clique em qual tipo de chave deseja usar e insira os dados do destinatário;
  4. Depois, toque em “Avançar”;
  5. Escolha o valor da transferência e clique em “Avançar”;
  6. Por último, revise os dados da operação e, em seguida, digite a senha e selecione “Confirmar”.

Prontinho. Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *