Publicado em Deixe um comentário

Outbound Marketing: O que é, Significado e Exemplos

Outbound Marketing o que é

Assim como a tecnologia, os processos de marketing de vendas estão evoluindo a cada dia. Dessa forma, é natural que novas metodologias e tendências surjam. Por esse motivo, neste artigo, vamos falar sobre o Outbound Marketing, que está sendo muito utilizado por diversas empresas.

Quer conhecer um pouco mais sobre essa estratégia? Então, continue a leitura.  

Outbound Marketing: O que é e significado

Pois bem, Outbound Marketing é um termo utilizado pelos profissionais de marketing há um bom tempo. Porém, ele evoluiu no decorrer dos anos e, atualmente, tem um conceito bastante amplo. 

Exemplificando, o Outbound Marketing é a estratégia que leva a empresa até o cliente em potencial. Além disso, é uma ação que tem o intuito de expor seus produtos para todos os públicos. 

O Outbound Marketing tem um processo de prospecção ativo. Dessa forma, ele vai atrás dos leads, não espera que eles venham ao seu encontro. Essa estratégia é mais conhecida como marketing de interrupção, pois o potencial cliente não está procurando por essa informação. 

Um exemplo: quando você está assistindo um filme e, no momento mais emocionante, surge um comercial sobre base líquida. Então, essa invasão é avaliada por muitos como chata e desnecessária, mas, para o marketing, é essencial para as marcas ganharem visibilidade do público. 

Resumindo, Outbound Marketing  é toda a estratégia de divulgação que não pede autorização às pessoas para serem expostas.  

Como o Outbound Marketing funciona

O Outbound Marketing é uma estratégia muito relevante para diversos segmentos. Para um melhor entendimento, vamos exemplificar como funciona na prática.

Imaginemos que você tenha uma academia de musculação, lembrando que esse estabelecimento pode sim se beneficiar das práticas de Outbound para ganhar mais alunos. 

Primeiramente, com esse serviço, sua equipe de marketing poderá desenvolver um blog, perfis nas redes sociais, canais no YouTube e muito mais, sobre conteúdos relacionados à saúde e ao bem-estar. Além disso, sua academia também pode aproveitar ainda mais as práticas dessa estratégia, como: 

  1. Veicular comerciais em rádios locais e canais de TV;
  2. Oferecer folders em pontos de grande movimentação e, também, deixar em estabelecimentos próximos a academia;
  3. Panfletar em frente à academia. 

Dessa forma, essas ações não vão atingir de primeira quem está interessado em começar uma vida fitness, mas, sim para pessoas que não tem nenhum interesse em treinar. Então, esse método permite expor sua empresa para um número maior de pessoas para torná-los reais clientes da marca. 

Legal, não é?

Outbound Marketing x Inbound Marketing

Metaforicamente falando, o princípio do Inbound Marketing é pescar clientes com uma vara. Já o Outbound é pescar com uma rede, entende? Desse modo, o Inbound  atrai o cliente com um ímã, já o outbound utiliza um alto-falante para conquistar a atenção. 

Nesse sentido, o Outbound Marketing é uma estratégia de prospecção ativa e o Inbound, de prospecção passiva. Assim, com o Inbound, você poderá desenvolver mecanismos para atrair clientes em potencial. No Outbound, você saberá qual tem potencial para se tornar cliente e qual abordagem utilizar. 

Quando citamos sobre prospecção ativa, muitos pensam que é só telemarketing. Porém, existem outros exemplos, como: 

  1. Outdoors e banners em sites;
  2. Publicidade de rádio, TV e YouTube;
  3. Facebook Ads, Google Ads etc. 

Podemos perceber que o Outbound está muito presente em nossa rotina, já que as empresas investem muito nessa estratégia para cativar novos clientes. 

Vantagens e desvantagens do Outbound Marketing

Agora que você conhece um pouco sobre Outbound marketing, vamos te apresentar quais são as vantagens e desvantagens dessa estratégia. Confira a seguir: 

Vantagens

ROI mais rápido 

Com o Outbound, você consegue atingir seu público a partir do momento que a empresa escolhe começar a prospecção. Dessa forma, com esse serviço, você consegue trazer clientes para a sua empresa com apenas uma semana de utilização. 

Facilmente mensurável

Pois bem, se você souber trabalhar a análise de dados da sua estratégia, por exemplo, informações de sazonalidade de compra, comportamento do cliente, então, elas estão gravadas em sua mente, certo? 

Desse modo, deverá segui-las para que suas taxas de conversão atinjam bons níveis e, também, saiba melhorar ainda mais sua estratégia. 

Além disso, o Outbound desenvolve resultados mais rápidos e, também, consegue oferecer uma amostra para a análise em menos tempo. 

Facilidade para encontrar profissionais na área

Todos nós sabemos que o mercado de venda tradicional já existe há séculos. Por isso, o que não falta no mundo são profissionais capacitados para esse ramo. Então, não deixe de apostar nesse serviço por medo de não encontrar profissionais. Eles existem e estão dispostos a ajudar a sua empresa crescer a cada dia mais. 

Desvantagens

CAC elevado

Para conseguir colocar o Outbound para funcionar, você certamente precisará de um time grande e qualificado. Dessa forma, fazer contratações é essencial, mas o custo fica elevado, principalmente para empresas que estão começando agora, isso pode ser um ponto negativo desse serviço. 

Rejeição

Atualmente, grande parte das empresas tem utilizado o Outbound em suas estratégias. Por esse motivo, as pessoas recebem inúmeras ligações, e-mail marketing, etc. Assim, para se protegerem, elas estão utilizando aplicativos e plugins para barrar essas publicidades. Então, a sua estratégia pode ser rejeitada por várias pessoas.  

Ferramentas do Outbound Marketing

Para te auxiliar em suas estratégias de Outbound Marketing vamos  apresentar algumas ferramentas bem bacanas, acompanhe:

LinkedIn Sales Navigator

LinkedIn Sales Navigator é uma ferramenta que tem o intuito de auxiliar quem trabalha com vendas. Seu custo não é muito atrativo, mas, a plataforma oferece um conteúdo bastante útil. Dessa forma, nas primeiras etapas da ação de vendas, você consegue otimizar muito o trabalho de prospecção. 

Datanyze

A Datanyze é uma ferramenta bastante completa para prospectar concorrentes. Desse modo, com ela, é possível colocar a URL da empresa concorrente e ter acesso a dados úteis, como faturamento, número de funcionários, estratégias e ferramentas usadas no site. 

A plataforma tem um custo elevado para os brasileiros, porém, faz bastante sucesso em outros países.

Exemplos de Outbound que deram certo

Agora, para te mostrar o quanto o Outbound faz sucesso, separamos três exemplos de empresas que adotam essa estratégia e obtém muitos resultados. Confira a seguir:

Vult Cosmética

A Vult é uma marca nacional de cosméticos vendida em farmácias de todo o Brasil. Atualmente, a marca utiliza o Outbound para cativar novos clientes. Desse modo, eles usam infláveis promocionais em vários formatos. Assim, a mais escolhida são as tendas. Consequentemente, a empresa atrai a atenção do público de maneira bem simples sem precisar forçá-los a interagir com a corporação.

Casa Pilão

Pois bem, Casa Pilão é uma rede de cafeterias que também utiliza estratégias de Outbound para atrair e encantar seus clientes em potencial.  Dessa maneira, uma das ações que ela pratica é a realização e participação da corporação em feiras e eventos.

Samplify

A Samplify ficou muito conhecida depois de adotar uma forma bem tradicional de fazer publicidade dos  produtos de seus clientes. Dessa forma, a marca realizava a distribuição de amostras. Funcionava da seguinte maneira: a equipe realizava parcerias com milhares de estabelecimentos em diversas cidades brasileiras e cada proprietário recebia a quantia de  trinta centavos por amostra distribuída, assim, as entregas foram garantidas para o público.

Legal não é?

Como fazer Outbound Marketing

Se chegou até aqui, é porque se interessou por essa estratégia. Por isso, conheça, agora, como fazer Outbound Marketing: 

Pesquisa

Primeiramente, o primeiro passo a ser feito é realizar pesquisas para desenvolver campanhas nas localidades corretas. Dessa forma, confira quais são as funcionalidade dessa etapa de pesquisa: 

  1. Evita dupla abordagem;
  2. Levanta informações sobre clientes em potencial;
  3. Conhece o nicho do cliente;
  4. Detecta oportunidades e ameaças. 

Prospecção

A prospecção é essencial nesse formato de marketing, pois ela acontece dentro do círculo do público-alvo já estabelecido pela empresa. Sendo assim, as ferramentas utilizadas para prospectar clientes são: lista de e-mail, lista telefônica e contato pelas redes sociais. Veja algumas funcionalidades da prospecção:

  1. Conseguir o contato do cliente em potencial;
  2. Desenvolver uma lista de e-mails;
  3. Criar uma agenda telefônica.   

Nutrição

No processo de nutrição, você poderá desenvolver alguns gatilhos mentais importantes para melhorar o contato com o seu potencial cliente. Dessa forma, a etapa é totalmente informativa. Por exemplo, você pode enfatizar o problema de seu cliente e explicar quais as soluções possíveis, antes de ofertar o seu produto. 

Apresentação

Essa etapa costuma ser bem simples: o profissional selecionado para essa ação vai explicar de onde é, o que a empresa faz e qual o motivo daquele e-mail ou telefonema. 

Negociação

A fase de negociação é frequentemente pautada por três fases: 

  1. Exposição do produto, seus benefícios e aplicações;
  2. Respostas às possíveis dúvidas;
  3.   Contra-argumentação de possíveis objeções do cliente. 

Assinatura de contrato

Assinatura de contrato se refere à conclusão da venda. Dessa forma, você poderá solucionar as últimas dúvidas, como a forma de pagamento, garantia etc.  

Útil, não é? 

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *