Publicado em Deixe um comentário

Face Ads: O que é Facebook Ads e Como anunciar

O que é Facebook Ads

O Facebook é uma das ferramentas online mais usadas no mundo, com mais de 2 bilhões de usuários ativos. Desse modelo, adaptou sua plataforma para implementar o Marketing Digital. Um exemplo disso é o Facebook Ads. Nesse sentido, essa ferramenta ajuda empresas de diversos setores a usar criatividade em anúncios de diferentes modelos.

Quer conhecer um pouco mais sobre? Então, continue a leitura.

O que é Facebook Ads

O termo Ads é a abreviação de advertisements, que significa “anúncios”. Mas, o que é o Facebook Ads?

Pois bem, basicamente, é um sistema de mídia paga do Facebook que oferta uma grande variedade de formatos de anúncios. Dessa forma, esse serviço é bastante eficiente, pois apresenta diversas opções de segmentação disponíveis para os interessados. Sendo assim, gera um maior número de conversões.

Além disso, é possível desenvolver vários públicos, misturando seus interesses, localizações, gêneros, idades e muito mais. Por meio dessa ação, os anúncios vão ser direcionados para o público-alvo certo.

Facebook Ads: como funciona

Atualmente, grande parte da população utiliza o Facebook e, por isso, os gestores estão escolhendo essa rede social para fazer seus anúncios. Mesmo escolhendo a rede certa os gestores tem que saber trabalhar bem sua campanha, para que ela seja um diferencial. Dessa forma, é essencial determinar seu público-alvo, saber seu objetivo e o investimento.

Ainda, saiba qual tipo de imagem quer passar em seus anúncios e, assim, resumir toda a ideia. Desse modo, para que seus anúncios chamem a atenção, é importante lembrar dessas duas características:

Título: é o primeiro ponto avaliado pelo usuário, por isso, deve ser atrativo e clicável;

Imagem: atualmente, as pessoas não tem tempo de ler textões, então, aposte em imagens que transmitem a ideia do anúncio.

Lembre-se de usar palavras-chave e, se possível, ofereça algum tipo de vantagem, como um desconto.

Poderá, ainda, colocar um call-to-action, ou seja, a chamada para uma ação. Desse modo, as pessoas vão ser mais influenciadas. Veja, alguns exemplos de call-to-action para usar:

  1. “Confira essas ótimas dicas”;
  2. “Descubra como”;
  3. “Acesse o site”;
  4. “Faça o download do nosso e-book”;
  5. “Clique aqui para saber mais.”

Feito isso, trabalhe suas estratégias de maneira correta e potencialize-as com a ajuda das mídias sociais.

Vantagens

Ainda está com dúvidas se vale a pena criar anúncios na plataforma? Então, continue a leitura, listamos as principais vantagens. Veja!

Aumento no alcance das publicações

Uma dica importante é abandonar os posts orgânicos (não pagos), pois não conseguem alcançar muitas pessoas. Dessa forma, as publicações patrocinadas são aquelas que tem um alcance satisfatório.

Então, faça posts mais relevantes para fazer um investimento em Facebook Ads e, assim, terá resultados.

Precisão na segmentação do público

É essencial saber como fazer uma campanha no Facebook Ads, já que existem outros tipos de publicidade na internet, como links patrocinados no Google e LinkedIn Ads.

Vale lembrar que cada usuário do Facebook deixa seus dados enquanto navega pela rede, por exemplo curtidas, comentários, compartilhamentos e muito mais. Desse modo, essas informações são transformadas em critérios de segmentação de seu público-alvo.

Com isso, todas as suas publicações serão direcionadas para pessoas que comprariam o seu produto, aumentando ainda mais as chances de realizar uma venda.

Legal, não é?

Diversidade de formatos e mídias

Pois bem, os links patrocinados em outros meios de comunicação são limitados, por exemplo, um anúncio de rádio é limitado à voz. Nesse sentido, com o Facebook Ads, você poderá usar a sua criatividade para fazer imagens, vídeos, links, formulários etc.

Poder de mensuração dos resultados

Os relatórios do Facebook Ads são muito completos e fáceis de entender. Dessa forma, apresentam o desempenho e resultados das suas campanhas, sendo que você poderá usar esses dados para otimizar as publicações e definir as próximas estratégias.

Como usar o Facebook Ads

Se chegou até aqui, é, porque se interessou pelo serviço. Por isso, conheça, agora, como usar o Facebook Ads:

1. Abra o Gerenciador de Negócios

O primeiro passo é acessar o gerenciador de negócios e fazer seu login, para, dessa forma, ter acesso à ferramenta.

2. Defina um objetivo

Nessa tela você poderá selecionar sua primeira criação. Assim, coloque o plano no papel e faça um projeto. Dessa maneira, tenha em mente um objetivo para seu anúncio, como reconhecimento de sua marca, alcance, tráfego etc.

3. Segmente o público

Agora, crie um público para o qual você deseja direcionar esse e outros anúncios. Lembre-se que, quanto mais segmentado, melhor ficará.

4. Escolha o posicionamento do anúncio

Continue na mesma página da seleção de público, localize duas opções: automáticos e manuais. No automático (recomendado), o próprio Facebook vai definir as melhores posições de acordo com o seu orçamento. No posicionamento manual, é você quem escolhe os locais.

5. Estabeleça o controle de gastos e a otimização deles

Aqui, você deverá definir quanto deseja pagar por clique no link. Assim, estabeleça um valor de acordo com a quantidade de retorno que deseja conquistar.

6; Crie o conteúdo do anúncio

Por fim, deverá criar o conteúdo do anúncio. Nesse sentido, você poderá usar a opção de vídeos, imagens e, até mesmo,“carrossel”. Nesse último formato, você poderá escolher até 10 publicações para postar juntas, seja vídeos, fotos, ou os dois juntos.

Bacana, não é?

Métricas da ferramenta

Se está pensando em usar o Facebook Ads e quer entender melhor os seus resultados, é importante saber medir o retorno de suas campanhas. Por isso, listamos as três principais métricas da plataforma. Veja!

Impressões

As impressões são uma métrica referente à visibilidade de seus conteúdos e seus anúncios. Dessa maneira, enquanto o alcance diz quantas pessoas visualizaram suas publicações, as impressões medem o número de vezes que suas postagens foram vistas. Pensando nisso, essa ação inclui se uma publicação foi vista várias vezes por um único usuário.

Custo Por Mil (CPM)

O custo por mil impressões é a métrica perfeita para obter uma visão mais ampla do desempenho de um conjunto de anúncios. Desse modo, por meio dessa comparação, pode-se obter um resultado da qualificação de suas ações.

Frequência

A frequência significa o número médio de vezes que seu anúncio foi exibido para cada usuário. Assim, para calcular essa métrica, basta seguir a fórmula:

  • Frequência = Impressões / Alcance.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *