Publicado em Deixe um comentário

KPI: O que é Indicador de Desempenho e para que serve

KPI o que é para que serve

Os KPIs, mais conhecidos como indicadores chave de desempenho, auxiliam a mensurar o desempenho de uma estratégia ou processo. Quer saber como aplicar esse serviço em sua empresa? Então, continue a leitura. 

O que é KPI e significado

Pois bem, KPI é uma sigla em inglês para Key Performance Indicator, que significa “indicadores-chave de desempenho”. Desse modo, KPIs são métricas que você poderá eleger como essenciais para medir um processo de seu serviço. 

Dessa maneira, você, como gestor de tráfego, poderá escolher os indicadores para acompanhar a evolução das operações. Assim, a probabilidade de se perder em meio a uma quantidade excessiva de relatórios serão mínimas, pois, com ele, sua equipe manterá o foco. 

Além disso, o serviço auxilia a transmissão da visão e da missão de uma empresa aos funcionários que estão em cargos mais superiores. Visto que o gestor deixa bem claro para todos o que é mais importante na administração.  

Para um melhor entendimento sobre o que são KPIs, veja o exemplo a seguir:

Imaginemos que você tem um e-commerce de perfumes, certo? O KPI poderia ser a quantidade de acessos ao site, que se convertem em vendas com o tempo. Simples, não é? 

KPI: para que serve

O KPI serve para verificar se as ações e estratégias de sua empresa estão trazendo resultados positivos. Dessa forma, o KPI é um indicador mensurável, que pode ser um percentual aplicado em diferentes situações em uma empresa. 

Ainda, com esse serviço, é possível, por exemplo, mensurar os resultados e estratégias do marketing digital, como vendas, engajamento, atendimento ao público etc. Então, ele é essencial para as empresas devido a essas tantas funcionalidades, que geram crescimento para a organização.   

Como KPIs funcionam

Primeiramente, para saber o que é KPI, é essencial saber qual é a sua funcionalidade. Desse modo, um KPI poderá ser utilizado para mensurar: 

Produtividade

Por exemplo, a quantidade de entregas que foram feitas em determinada data e, também, o volume de atendimentos realizados. 

Qualidade

Poderá ser usado para mensurar a percepção dos clientes e sua satisfação em relação aos produtos, serviços e atendimentos realizados. 

Capacidade

Auxilia a identificação da capacidade de um processo, como número de chamados que podem ser atendidos em um único horário ou dia. 

Estratégia

Tem o intuito de mensurar pontos negativos de um processo e, assim, identificar se a corporação está perto de seu objetivo, ou não. 

Útil, não é? 

 KPI x Métrica

Sim, os termos apresentam semelhanças, mas, não confunda KPI com métricas. Dessa forma, as métricas são tudo aquilo que pode ser medido, ou seja, são dados que podem ou não ser essenciais no processo de tomada de decisão de sua empresa. Portanto, essas informações não afirmam se uma estratégia está obtendo resultados. 

Quando uma métrica se torna um fator importante para decidir qual ação será realizada, ela passa a ser um KPI. Ou melhor, KPIs são métricas, mas, uma métrica não é necessariamente um indicador-chave de performance. 

Tipos de KPI

Atualmente, existem diversos tipos de KPIs. Por isso, vamos citar os mais utilizados em negócios digitais. Acompanhe a seguir:

Taxa de conversão

A taxa de conversão aponta a quantidade de usuários que sua estratégia consegue levar a tomar uma ação. Assim, existem vários tipos de conversão, como a quantidade de visitantes do site que baixaram um e-book ou preencheram um formulário. Desse modo, essas informações ajudam a indicar os conteúdos que devem ser melhorados. 

Origem de tráfego

Existem diferentes tipos de tráfego, os principais são: 

1. Tráfego orgânico

O tráfego orgânico representa o acesso vindo de pesquisas em sistemas de busca que não é originado de maneira paga. 

2. Tráfego direto

O tráfego direto, por sua vez, é aquele que vai direto para seu site, por exemplo, quando o endereço de seu domínio é digitado na barra de endereços, ou por meio dos favoritos. 

3. Tráfego pago

Por fim, esse tipo vem através de anúncios patrocinados em plataformas, por exemplo, Facebook Ads ou Google Ads

Assinantes do blog e da newsletter

O número de assinantes do blog ou da newsletter é um dos KPIs mais importantes para a sua estratégia de marketing. Dessa maneira, com o indicador, é possível obter várias informações essenciais, por exemplo, a quantidade de visitantes que se tornam assinantes e, também, possíveis clientes. 

Page views  

O page views representa a quantidade de visualizações de sua página e do tempo de permanência dos usuários nela. 

Interações sociais

São os dados de curtidas, compartilhamentos e comentários em suas publicações. Isto é, o nível de engajamento.

Conteúdos mais lidos

Esse KPI é muito importante para a manutenção do conteúdo e, também, para a criação de novos ou a redefinição dos que já foram publicados. Desse modo, ao desenvolver novos conteúdos, examine as questões que deram certo nos posts anteriores e melhore ainda mais. 

 Exemplos de KPI

Hoje, existem vários exemplos de KPI. Por esse motivo, listamos alguns que você poderá escolher para o seu negócio, veja: 

KPIs para gestão financeira e administrativa

O acompanhamento do desempenho financeiro e econômico da empresa é fundamental para garantir que todas os serviços aconteçam. Conheça, agora, alguns exemplos de KPIs financeiros e econômicos: 

  1. Receita da empresa;
  2. Despesas;
  3. Impostos;
  4. Rentabilidade.

KPIs que levam em conta a perspectiva de clientes

É importante lembrar que, usar KPIs para acompanhar a relação do cliente é vital para todas as empresas. Por isso, veja alguns exemplos de indicadores de desempenho entre empresa e os clientes: 

  1. Quantidade de clientes;
  2. Retenção de clientes;
  3. Participação no mercado (market share);
  4. Número de devoluções ou reclamações;
  5. Quantidade de queixas e reclamações resolvidas;
  6. Tempo usado para resolver cada reclamação.

KPIs para gestão de processos internos

Os indicadores de desempenho para os processos internos estão ligados à produção e à logística. Conheça alguns exemplos de KPIs que você poderá usar no gerenciamento de processos:  

  1. Quantidade produzida;
  2. Custo de produção;
  3. Tempo gasto na produção;
  4. Quantidade de produtos disponíveis;
  5. Entregas feitas e entregas pendentes;
  6. Tempo esperado de entrega.

Como escolher seus KPIs

A escolha certa de KPIs depende da análise do nicho de mercado que você atua e, também, da situação em que sua empresa está localizada em cada período. Pois, um indicador pode ser importante agora, mas, daqui um tempo, talvez ele não seja mais. 

Dessa forma, os principais KPIs de uma corporação podem mudar de acordo com o período do negócio e com a maneira que você escolheu se colocar frente ao mercado. Para isso, é necessário fazer uma análise externa, para compreender como a sua concorrência têm utilizado esses indicadores. 

Além disso, sua equipe deverá saber aplicar os KPIs de forma correta, já que essa ação motivará o sucesso da empresa. Então, defina quais são os mais necessários no período em que sua instituição está vivendo e os use bastante. 

Interessante, não é? 

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *