Sozzeal

Google Analytics: O que é, Como Funciona e Como usar

Se você está começando a desenvolver um site e não sabe qual ferramenta usar para otimizar todos os dados dele, vamos te indicar o Google Analytics. Assim, esse é um serviço oferecido de forma gratuita pelo Google. Desse modo, a plataforma expõe estatísticas de visitação de seu site, com o intuito de otimizar suas campanhas de marketing.

Quer conhecer um pouco mais sobre esse serviço? Então, continue a leitura.

Google Analytics: o que é

Pois bem, o Google Analytics é uma plataforma que controla o tráfego de qualquer site. Dessa forma, ele pode ser instalado, por exemplo, em um blog ou uma loja virtual.

Assim, um dos principais intuitos da ferramenta é saber compreender o comportamento dos visitantes ao fazerem consultas nas páginas do seu site. Dessa maneira, é essencial que você conheça os relatórios e suas métricas para que suas estratégias de marketing alcancem sucesso.

Além disso, o Google Analytics oferece várias informações sobre o que acontece em seu site, por exemplo:

  1. Visitas: mostra a quantidade exata de visitantes que retornaram ao seu site;
  2. Origem do tráfego: ele exibe de onde os acessos do seu site estão vindo;
  3. Resultados de e-commerce: disponibiliza dados de como está o desempenho de sua loja virtual;
  4. Metas: determina quais metas traçadas foram alcançadas;
  5. Mídias sociais: exibe quais ações de redes sociais então obtendo mais acessos;
  6. Marketing: expõe as campanhas de marketing que estão tendo os melhores resultados.

Ainda, a ferramenta mostra o dia da semana, do mês e as horas que seu público mais entra em seu site. Desse modo, poderá programar suas publicações escolhendo o melhor horário para atualizar seu site.

Bacana, não é?

Como funciona o Google Analytics

A princípio, o Google Analytics serve para avaliar o desempenho do seu site. Sendo assim, ele te ajuda a tomar decisões inteligentes, como ótimas estratégias de marketing.

Além de ser uma ferramenta gratuita, ela coleta e organiza todo o tipo de dados relacionados às visitas de seu site e desenvolve relatórios completos. Desse modo, para fazer esse acompanhamento, você terá que criar uma conta na página do Google Analytics e colocar um pequeno trecho do JavaScript às páginas do site.

Agora, confira as principais métricas utilizadas pela maioria dos usuários:

  1. Visitas;
  2. Tráfego de origem;
  3. Dados de uma loja e-commerce como número vendas e taxa de produtos;
  4. Interação nas redes sociais;
  5. Taxa de rejeição;
  6. Tempo de navegação.

Útil, não é?

Principais funções do Google Analytics

Atualmente, existem muitas funções no Google Analytics para auxiliar a sua empresa nessa ação. Por isso, listamos as principais ferramentas da plataforma. Veja a seguir:

Estatísticas para KPIs

KPIs (Key Performance Indicator – Indicadores Chaves de Performance) são métricas que auxiliam a definir se a estratégia usada no seu site está sendo bem sucedida ou não. Dessa forma, o Google Analytics faz uma análise das métricas relacionadas às principais KPIs quando o assunto são negócios digitais como blogs, e-commerces e marketplaces.

Interação com redes sociais

Mais uma função do serviço é que a ferramenta identifica, por meio da URL e da UTMS, a origem de onde os seus usuários estão vindo, por exemplo, quais são as redes sociais que fazem a call to action.

Google Ads

Pois bem, com a integração do Google Analytics e o Google Ads, pode-se acompanhar no mesmo local as suas métricas de SEO e as de anúncios.

Google Search Console

O Google Analytics oferece integração com o Search Console. Desse modo, o Search é essencial para você entender como está a sua classificação no Google. Assim, identifica qual a URL ranqueia para certas palavras-chave, em qual posicionamento e qual número de impressões a sua página constitui.

Fluxo de comportamento do usuário

O fluxo de comportamento tem o intuito de identificar quais são URLs que os usuários mais navegam no site e, também, quais as interações mais comuns feitas por seus consumidores.

Painéis de acompanhamento

Atualmente, um mesmo site pode ter muitas métricas, que acaba dificultando o entendimento dos relatórios. Mas, para resolver esse problema, poderá criar um painel do Google Analytics para E-commerce, unindo suas principais métricas e exibir todas ao mesmo tempo.

Alertas

Com os alertas do Google Analytics, é possível que você perceba rapidamente caso algum problema aconteça com seu site. Dessa forma, se o número de usuários cair, você poderá configurar para que a ferramenta te envie um alerta por e-mail.

Relatórios personalizados

Os relatórios personalizados unem todas as suas métricas e acompanham uma determinada estratégia ou, até mesmo, uma campanha de marketing e vendas específica. Então, você fica bem informado sobre elas.

Útil, não é?

Vantagens

O Google Analytics possui muitas vantagens. Dessa maneira, um dos principais benefícios é que, com ele, poderá ter acesso a informações que permitem a elaboração de estratégias eficientes. Por exemplo, com a análise dos relatórios de SEO, é possível ter uma compreensão das interações, e focalizar no aperfeiçoamento das palavras-chave, com o intuito de melhorar o tráfego orgânico de seu site.

Além disso, há possibilidade de analisar os resultados de campanhas pagas e anúncios em redes sociais e, ainda, desenvolver estratégias de marketing e coletar informações pessoais dos visitantes que passam pelo seu site.

Por fim, é uma plataforma muito importante para desenvolver boas campanhas e, também, saber se está no caminho certo para atingir seus objetivos, por meio dos dados oferecidos.

Como usar o Google Analytics

Se chegou até aqui, é, porque se interessou pelo serviço. Por isso, conheça, agora, como usar o Google Analytics:

Crie sua conta no Google Analytics

Primeiramente, para usar o Analytics, você precisará ter uma conta no Google. Dessa forma, depois que fizer o login com sua conta, acesse o site da ferramenta. Em seguida, precisará escolher entre: monitorar um Website ou um Aplicativo para dispositivos móveis.

Além disso, você terá que escolher um nome para a sua conta, especificar a URL do seu site e o setor de atuação.

Instalar o código de acompanhamento

Depois que aceitar os termos de serviço, você receberá a tag de site global, a gtag. Nesse sentido, ela fica responsável por fazer a comunicação do seu site com o Google Analytics e, também, envia os dados para a ferramenta de monitoramento. Desse modo, se a gtag estiver funcionando corretamente, mostrará o comportamento das pessoas em seu site.

Utilize o Google Tag Assistant para conferir a sua Tag

Logo após a adição da tag em seu site, utilize o Google Tag Assistant para Google Chrome e confira se está tudo certo. Como ela é uma extensão para o Chrome, está sempre à mão e acaba se tornando fácil. Com isso, a sua utilização é bem simples, basta clicar no seu ícone e habilitá-la.

Depois, só precisará carregar a página que deseja analisar e a ferramenta mostrará quais tags estão ativas no site, se estão funcionando corretamente e se existe algum erro.

Configurações da vista da propriedade e gerenciamento de usuários

O próximo passo é fazer a configuração da vista da propriedade. Assim, você pode acessar essa parte selecionando o “administrador” e, depois, “configurações da vista da propriedade”. Ela serve para você decidir quais informações quer ver em uma segmentação.

Criação das metas e configuração do módulo de e-commerce

Pois bem, a configuração do módulo de e-commerce deve ser feita no nível de vista da propriedade. Dessa maneira, se você tiver várias vistas para o seu e-commerce, precisará fazer a ativação em cada uma delas. Além disso, precisará enviar alguns parâmetros no código do seu site que dirão para o Google Analytics qual mercadoria foi vendida etc.

Agora, a criação das metas depende da forma que você instalou o código do Analytics. Desse modo, se ele foi feito diretamente na seção “head”, do seu site, precisará criá-las diretamente na sua página. No entanto, se estiver escolhido o Google Tag Manager, é só criar as metas por meio do seu gerenciador de tags e ele mesmo se encarregará de enviar os dados para o Analytics.

Portanto, a ferramenta possui uma variedade muito grande de possibilidades de configurações e otimização de acordo com seu negócio. Dessa forma, listamos apenas os primeiros passos para você começar nessa jornada. Então, aproveite ela e comece agora mesmo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Sair da versão mobile